Associe-se

COMO ASSOCIAR-SE AO SSPMS:
 

Preenchimento e entrega de formulário próprio (Ficha de Inscrição) na Sede do SSPMS (Rua Hermelino Matarazzo nº43 – Além Linha – Próximo ao Terminal Santo Antonio – em frente a Escola Municipal Matheus Maylasky);
 
Apresentar junto com a Ficha de Inscrição, o original e a cópia dos seguintes documentos:
 
a)    RG, CPF, holerite, certidão de casamento ou nascimento dos filhos e/ou outros documentos comprobatórios;
 
b)    02 (duas) fotos do Sócio titular e 01 (uma) de cada dependente direto;
 
Dependente Extra*: Valor Mensal fixo de R$ 18,50 (dezoito reais e cinquenta centavos) por dependente extra, descontado em holerite.
*sujeito a avaliação da condição de dependente extra.
 

Quem pode ser incluído como Dependente Extra?

Para os sócios casados:  Pai, Mãe, Sogro, Sogra, Genro, Nora, Netos, Filhos maiores de 21(não Universitário), Enteados.

Para sócios solteiros:  Irmãos solteiros sem filhos

OBS: Sobrinhos só podem caso o sócio titular  tenha o termo de Guarda oficial (temporária ou definitiva).

 

O Servidor poderá solicitar sua filiação através do e-mail: filiacao@sspms.com.br e o SSPMS entrará em contato.

Maiores Informações na Sede do SSPMS: 3219-3310 - Horário do atendimento: das 8h00 às 17h30 hs.

 

 
DAS REGRAS GERAIS 
(Resolução SSPMS 007/2009, de 1º de julho de 2009)
 
I – DO QUADRO ASSOCIATIVO:
 
Nos termos do capítulo II do Estatuto do Sindicato, o Sócio Titular e seus Dependentes serão considerados efetivamente integrantes do quadro associativo da Entidade mediante aprovação da admissão, por meio de Ficha própria e do pagamento da primeira mensalidade, devidamente descontada em folha salarial pelo Órgão Público ao qual o Servidor estiver lotado/vinculado;
 
O Sócio Titular, Dependente e Dependente Extra, somente poderá utilizar os serviços disponibilizados pela Entidade após o pagamento da primeira mensalidade descontada em folha salarial;
 
Por força de convênio e de operacionalização dos serviços entre o SSPMS e os Órgãos Públicos, para fins de desconto em folha salarial, tanto por admissão, ou por desligamento do quadro associativo, fica estabelecido o prazo até o dia 10 do mês corrente para lançamento, observadas as disposições estatutárias quanto as pendências financeiras existentes.
 
II - DOS DEPENDENTES:
 
Pode ser incluído como dependente o(a) companheiro(a) do sócio titular, devendo por este ser apresentada, na Sede do SSPMS, declaração atualizada de união estável há mais de um ano, feita em cartório, no seu original ou cópia autenticada, que ficará retida no ato da inscrição;
 
As filhas deixarão de ser dependentes quando se casarem, ou, passarem a conviver com terceiros, ou, ainda, quando tiverem filhos, ou, outros dependentes, ainda que transitoriamente, devendo apresentar documento quando essa dependência deixar de existir, como termo de guarda do menor para terceira pessoa;
 
As filhas deixarão de ser dependentes quando completarem 21 anos e deixarem de depender economicamente do sócio titular, devendo apresentar CPTS e declaração de inexistência de atividade remunerada ou qualquer outro tipo de rendimento, estando o sócio titular obrigado a apresentar os documentos comprobatórios atualizados. A respectiva carteira social terá validade de 12 meses;
 
Para o dependente (filho ou filha), até 24 (vinte e quatro) anos, que estiver estudando em curso de formação/graduação de nível médio/profissionalizante ou superior, a carteira social terá validade periódica, de acordo com a vigência do curso e/ou período, conforme constar em declaração original expedida pela Instituição de Ensino, devendo ser apresentada na Sede Administrativa.
 
III - DOS DEPENDENTES EXTRAS:
 
Somente poderá ser incluído como dependente extra e a pedido pessoal do sócio titular, devendo este apresentar os documentos que comprovem a relação de parentesco;
 
As filhas, quando se casarem, ou, passarem a conviver com terceiros, ou, ainda, quando tiverem filhos, ou, outros dependentes, ainda que transitoriamente;
 
As filhas quando completarem 21 anos e deixarem de depender economicamente do sócio titular;
 
O cônjuge do(a) filho(a) casado(a);
 
O(a) companheiro(a) do filho(a), devendo, neste caso, ser apresentados os mesmos documentos previstos para os companheiros do sócio titular;
 
Os(as) filhos(as) do(a) companheiro(a), admitido(a) como dependente do(a) sócio(a) titular, devendo apresentar documentação comprobatória;
 
O Sócio solteiro que tiver dependentes, na conformidade do item XVI, letra “A” da Resolução nº 01, de 07/01/2008, poderá incluir os pais como dependentes extras;
 
O Sócio Titular responde pelo pagamento das mensalidades dos Dependentes tratados nas presentes disposições, bem como pelas informações prestadas e demais disposições previstas no Estatuto Social do SSPMS.
 
IV – DA CARTEIRA SOCIAL DO SSPMS:
 
É obrigatória a confecção e a apresentação da Carteira Social do SSPMS pelos Sócios titulares, Dependentes e Dependentes extras, independentemente da idade, para que os mesmos possam fazer uso das dependências e serviços oferecidos tanto na Sede como no Clube de Campo;
 
Caberá aos Diretores e funcionários do SSPMS a devida conferência e sempre que necessário, solicitar a atualização das fotos, podendo, inclusive, após as devidas orientações e registro em livro de ocorrências, reter a carteira desatualizada, com notificação por escrito ao Sócio e remessa de ambos à Sede.
 
V – DO EXAME MÉDICO PARA USO DAS PISCINAS:
 
É obrigatória a realização do exame médico para uso da piscina do Clube de Campo por todos os Sócios, Dependentes e Dependentes extras, independentemente da idade e somente poderá ser realizado mediante a apresentação da Carteira Social;
 
É obrigatório o pagamento do exame médico por todos os Sócios, Dependentes e Dependentes extras, cujo valor e forma de cobrança observará as regras estabelecidas pela Diretoria em Comunicado próprio.
 
VI – DA EMISSÃO DE 2ª VIA DA CARTEIRA SOCIAL – PAGAMENTO DE TAXA:
 
Em caso de extravio e/ou quando for verificada a má conservação da Carteira de Sócio, Dependentes e Dependentes extras, a emissão da 2ª via somente será providenciada mediante o pagamento à vista de uma taxa de 1% (um por cento) do valor do piso salarial da categoria dos Servidores Públicos Municipais de Sorocaba, por carteira expedida;
 
Quando se tratar de emissão de novas carteiras para atualização das fotos dos Sócios, Dependentes e Dependentes extras, solicitado pelo SSPMS, nos termos do item V, letra “B” desta Resolução, não haverá cobrança de taxa, devendo ser apresentada a carteira anterior;
 
Em caso de falsificações das carteiras de Sócio, Dependentes e Dependentes extras, serão imputadas sansões pelo SSPMS, nos termos dos artigos 75 à 78 do Estatuto do Sindicato, devendo o Diretor/Funcionário enviar o Relatório de Ocorrência ao Presidente, juntamente com a Carteira Social.

Publicidade